Atendimento : (11) 3279-8571 | Assinatura: (11) 3279-8572 | Recepção: (11) 3279-8234

  • Fale Conosco

    Fale Conosco

  • Dúvidas

    Dúvidas

  • Login

    Login

  • Cadastro

    Cadastro

meu carrinho

Carrinho

0 itens
R$ 0,00

acessar carrinho

0 itens no Kit

Revistas / Educação / Saberes da Educação

COLECAO SABERES DA EDUCACAO ESPECIAL 003

COLECAO SABERES DA EDUCACAO ESPECIAL 003

Edição: 3
Código: 302438

R$ 8,90     

Compre



RECEBA SUA REVISTA EM CASA

1 ano - 10 edições
2x R$ 42,50     Assine


2 anos - 20 edições + 2 de brinde ao final da vigência
3x R$ 56,67     Assine




Descrição


COLECAO SABERES DA EDUCACAO ESPECIAL 003

Se compararmos o tempo de nossa infância e até mesmo a adolescência ao tempo de nossa juventude e idade adulta até a fase idosa, concluímos rapidamente que esse primeiro período de nossas vidas é muito breve e passa rápido demais. As cobranças também começam logo cedo. Quando nascemos, já esperam por nosso primeiro dentinho, nosso primeiro engatinhar, o primeiro passinho, o balbuciar das primeiras palavras, quando vamos começar a andar, quando vamos para a escolinha (aliás, cada vez mais cedo), quando iremos nos formar, escolher uma profissão, namorar, casar, ter filhos, ter a casa própria, ter netos... Claro que a vida não se resume a isso, mas nos entremeios de todas essas fases normais da vida, fica uma pergunta: quando vamos parar de brincar? Ou melhor, devemos parar de brincar? Acho que não. A questão é o que é o brincar? Desde pequenos, aprendemos com nossas mães que "hora de brincar é hora de brincar" e não se deve brincar enquanto estudamos ou fazemos outras atividades. Será? Será que o aprender brincando não nos cria um prazer maior na assimilação do aprendizado e, portanto, uma maior eficácia no ensino também? Já existem muitos estudos (leia o texto da página...) que comprovam que criança que brinca, aprende mais, interage melhor com os colegas, relaciona-se bem com os adultos e, com isso, cria confiança e uma grande capacidade de se expressar perante o mundo à sua volta. Até boas décadas atrás, as crianças tinham a facilidade de brincar ao ar livre, nas ruas, nos parques, sem o medo atual dos adultos devido a situação das cidades, da violência, da falta de segurança. Só não se brincava na rua se estivesse chovendo ou muito frio. Eu me lembro de que, na década de 70 até meados de 80, a prefeitura fechava várias ruas da cidade aos domingos para que a criançada pudesse ter esse espaço para brincar, sem o perigo do tráfego dos carros. Havia uma plaquinha junto à placa da rua, dizendo "Rua do Lazer" ou "Rua da Alegria", para marcar que aquele local nos finais de semana se transformava num espaço reservado para brincar, afinal, a cidade crescera muito, e o número de apartamentos avançava rapidamente, fazendo com que as crianças não pudessem desfrutar do famoso "quintal de casa" para brincar. O curioso é que nessas ruas fechadas aos domingos não iam só crianças (que ficavam desde manhãzinha até à noite brincando), mas também muitos adultos e idosos para jogar cartas, andar de bicicleta, brincar e cantar cantigas de roda, jogar bola, queimada, amarelinha, entre outras atividades lúdicas, interagindo totalmente com seus filhos e netos. Para crianças e adultos, era muito divertido voltar para casa cansados de tanto correr e jogar, com os joelhos e cotovelos ralados, com aquela sensação de ter aproveitado o dia ao máximo e por ter feito algo que realmente abastecia a energia para começar mais uma semana.

Hoje, com tanta tecnologia, as crianças não brincam tanto ao ar livre; a rua e as brincadeiras deram lugar ao computador, ao celular e a outras traquitanas tecnológicas, geralmente muito caras. É certo que as crianças estão acompanhando a evolução dos tempos, a nova ordem, a nova visão do mundo e suas realidades; mas basta colocar uma criança na rua com uma bicicleta, uma bola, uma pipa ou qualquer outro brinquedo para que ela se encante tanto quanto nós nos encantávamos em nossos tempos remotos de criança. Resta-nos torcer para que a prefeitura volte a promover espaços de lazer para a população, e para que crianças e adultos voltem a se regalar com brincadeiras e atividades ao ar livre. Enquanto isso não acontece, tentamos contribuir com esta edição de férias abarrotada de atividades para se curtir nas ruas, no quintal, nos parques, e onde mais houver ar livre e um sol gostoso nos envolvendo. Para crianças e adultos, principalmente aqueles que nunca deixaram de brincar.

Boas férias a todos e brinquem muito!!!!

APROVEITE E COMPRE JUNTO

COLECAO SABERES DA EDUCACAO ESPECIAL 003

302438
R$ 8,90

COLECAO SABERES DA EDUCACAO 004

302591
R$ 8,90

R$ 17,80

QUEM COMPROU ESTE PRODUTO TAMBÉM COMPROU

COLECAO SABERES DA EDUCACAO ESPECIAL 002

302164
R$ 8,90

Compre

COLECAO SABERES DA EDUCACAO ESPECIAL 001

301929
R$ 8,90

Compre

COLECAO SABERES DA EDUCACAO ESPECIAL 004

302640
R$ 8,90

Compre

COLECAO SABERES DA EDUCACAO 001

301214
R$ 8,90

Compre

COLECAO SABERES DA EDUCACAO 002

302126
R$ 8,90

Compre

QUEM VIU ESTE PRODUTO TAMBÉM SE INTERESSOU POR

COLECAO SABERES DA EDUCACAO 003

302354
R$ 8,90

Compre

COLECAO SABERES DA EDUCACAO ESPECIAL 005

302878
R$ 8,90

Compre

COL EDUCACAO INFANTIL 040

302600
R$ 6,90

Compre

COLECAO SABERES DA EDUCACAO ESPECIAL 006

303105
R$ 8,90

Compre

COL EDUCACAO INFANTIL ESPECIAL 003

301043
R$ 6,90

Compre